terça-feira, 9 de dezembro de 2008

Vai Poesia Aí?

Tem pra vários gostos
E ocasiões.
Sai batendo em portas,
Janelas, portões
Carinhando ouvidos,
Vem com qualquer mimo
Novo, e só por isso
Faz pensar um pouco,
Mas sem compromisso.
Quase sem efeito,
E assim, dá seu jeito
De comunicar

Essa poesia
Agora servida
Como todo dia
Leva pouco tempo
Pra ser consumida
Com ou sem farinha
Pura, ou com qualquer
Acompanhamento
Que se bem quiser

Chega e se apresenta
Respeitosamente
Quer tocar, e tenta
Coração e mente
Então cumprimenta:
"Respeitável gente!"

Hoje, quer saber?
Vai ter marmelada
Vai ter goiabada
Palhaço também.

E o que é, hein, que eu sou?
Isso, muito bem!
Vem cá, vem no vôo
Quieto que alço, vem.

38 comentários:

MARCOS LEITE disse...

amigo,que palavras,gostei.

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Marcos

Ana Baldner disse...

Infelizmente nem todos pensam assim... O amor em algumas pessoas são limitados e devidamente dosado. o que é uma pena pois é tão bom amar!!!!

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Ana. Os excessos da avareza material podem chegar ao ridículo (que Molière e outros dramaturgos bem souberam explorar). Mas avareza com amor é algo que apesar de também ver bastante por aí, simplesmente não consigo compreender. Amor, carinho, atenção, e tantos outros bens intangíveis, são coisas que se pode - e deve - esbanjar à vontade, sem medo de empobrecer. E quanto mais você dá, mais tem, você só se enriquece.

Parapeito disse...

~Gostei :)) e concordo com o seu comentário....devemos sempre esbanjar afectos :))


Aqui em portugal....choveeee...que o sol brilhe por ai :))

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, recebê-la é prazer indizível. O dia hoje no Rio de Janeiro foi ensolarado.

Hermínia Nadais disse...

Faz tempo que aqui não vinha. Que forma de escrever bonita!... Está muito lindo mesmo.
Beijo

neo-orkuteiro disse...

Já me vinham saudades suas, Hermínia. Quanto mais que também faz tempo que não a visito em seu blog, também. Obrigado.

mundo azul disse...

___________________________________

Essa sua poesia, embala a imaginação!
Gostei do ritmo dos seus versos...


Beijos de luz e um dia muito feliz!!!

___________________________________

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Zélia.
Passei no Mundo Azul, também. Ainda lembro dos versos tanto os do passarinho comia em sua mão quanto os cheios de reminiscências de festas, nomoros, minissaias, cubas libres e canções, ah, que época!
Acho interessante inclusive meu compartilhar da mesma saudade boa, não sofrida, a que você ali se refere.

ICH LÍEBE DÍCH-2 disse...

Amigo,
Todos os dias deste ano,
Você esteve presente.
Fazendo-me sorrir quando eu mais queria chorar.
Todas suas palavras confortaram
Meu coração quando eu mais precisei.
E é com todo carinho que desejo
Tudo de bom na sua vida,
Um Natal repleto de alegrias.
E que todos seus sonhos se tornem realidade neste
E em todos os Natais que ainda virão.
Um forte abraço.
ESTOU SAINDO DE FÉRIAS NESTA SEXTA..... E SÓ RETORNAREI EM JANEIRO, PORISSO VENHO AQUI DESEJAR...... que tenhas um Natal abençoado, maravilhoso e um Ano Novo cheio de realizações!!!
Beijos em seu coração............ Dina

neo-orkuteiro disse...

Dina, Danke.
Ich liebe dich, auch.

Boas festas, boas férias, bom retorno.

Paz e harmonia pra você e todos os seus

Caio A. T. Bonatti disse...

Olá, desculpe a demora em responder.
Obrigado pelo interesse em meu pequeno blog.
Fico feliz em ver que a troca de cultura pode ser iniciada através da internet, uma ferramente meramente fútil para a maioria, infelizmente.
Como não acesso muito posso voltar a demorar para responder comentários ou até mesmo comentar, mas obrigado pela iniciativa.
Sempre que possível passarei neste e em outros blogs de sua autoria.
Faço-lhe também um convite para acompanhar outro blog meu, este em conjunto com dois amigos também estudantes de tradução:
http://rosesandgentlemen.blogspot.com
Obrigado.

neo-orkuteiro disse...

Obrigado,Caio. Já conheço Rosesandgentlemen.

Sam disse...

Uau, quanto tempo que eu não passo por aqui!
Delícia de versos estes! Sair cirandando neste vasto mundo...Que delícia 'ir de poesia'!

Beijos

neo-orkuteiro disse...

Que prazer, você nesse vôo, Sam. Muito obrigado, então.

Também não visito seu blog há tempos. Remediarei já esta situação.

Betinha disse...

Suas poesias tem gostinho sabe de que? de quero mais.

Desejo a vc um feliz natal.
Sonhe...
Ame...
Deseje...

Sorria...

Seja feliz.
Um abração de sua amiga virtual.

neo-orkuteiro disse...

Retribuídos abraços e votos, Betinha, passageira da primeira cadeira deste Bonde. Com todos os agradecimentos.

mundo azul disse...

_________________________________

Passei para deixar um beijo e desejar: FELIZ NATAL!!!

_________________________________

neo-orkuteiro disse...

Muito agradecido, Zélia. Recebidos e retribuídos o beijo e o voto.

Mulher na Janela disse...

uma poesia que diversifica e uno e eterniza o passageiro.

autêntica e bela.

obrigada por sua visita à minha Janela. espero nos reencontremos...

beijos...

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, mulher na janela. Recebê-la é um agrado, visitá-la um prazer.

la chica maravilla disse...

Qué lindo!!! Obrigada pela visita o meu blog! Gostei muito deste blog!! Ainda tenho de ler os outros!! :)
Feliz Natal!

Tentativas Poemáticas disse...

Caro amigo
Muito obrigado pela sua amizade.
Um abração.
António

neo-orkuteiro disse...

Eres buena en leer, Chica, y lo haces con facilidad en idiomas ajenos, también. Gracias.

neo-orkuteiro disse...

Abraço retribuído, António, com meus agradecimentos pela visita.

Palavras escritas disse...

Olá amigo! Enfim pude me deliciar a ler essas palavras em seu blog pausadamente. Sabe como é... Fim de ano - a mana foi viajar, resolvi conseguir meu retiro afinal - pelo menos durante o dia - o sobrinho trabalha e chega à noite.
E eu aqui
e o tempo sobra
e a poesia "rola"
e a chuva 'inda assola
e um cinema com chiclet de bola...

E eu espero que tudo aí esteja em Paz!

neo-orkuteiro disse...

Sabe, já estava sentindo a falta destas Palavras Escritas por aqui. Obrigado pela visita, e volte outras vezes. Nem preciso dizer que você aqui será sempre pra lá de bem vinda. Mas digo.

Jak de Oliveira disse...

Adorei, belas palavras!!
Nossa qnto tempo!! Já estava sentindo falta de seus comentáriso...tdos adoráveis:) Estou de férias,e só volto no fim de janeiro, mas sempre que pder passarei por aqui. bjs no coração:*

neo-orkuteiro disse...

Beijos no seu também Jak. Que haja muita diversão em todo o período de ferias, e que você as goze inesquecivelmente.

Nanda Assis disse...

adoro poesia assim bem escrita como a tua. feliz ano novo.

bjosss...

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Nanda.
Sua presennça aqui é um adorno pra meu Bonde.
Feliz 2009

Tentativas Poemáticas disse...

Caro amigo João
Muito obrigado pela sua visita. Iria, de qualquer modo, voltar aqui, ao seu espaço e esperar postagem nova neste ano novo.
Acabei de responder aos meus amigos Anastácio Soberbo e Direitinho (Luís Coelho)e estava nos meus propósitos falar-lhe a si no tema sobre o qual conversei com eles. Lançaram-me um desafio: ver na Net um documentário e emitir a minha opinião como cristão-espírita. Também gostaria de ler a sua. Talvez já conheça mas vou dar-lhe o endereço pois vale e pena. É um documentário com quase 2 horas de duração e chama-se:
ZEITGEIST (Google: Official Release Portuguese).
Um grande abraço e espero que publique coisas novas.
António

neo-orkuteiro disse...

Verei este documentário, sim. Sou neutro em assuntos religiosos.
Respeitoso quanto a todas as posições tomadas por fé. Mas não fecho
questão sobre assuntos inverificáveis. Existência de Deus, vida após a
morte (só conferirei morrendo, não tenho pressa alguma de saber, se é
que caso haja se saiba) e questões congêneres. Vida em outros
planetas, e por aí vai. A única certeza minha é de que eu não sei. Não
acredito que ninguém realmente saiba. Tomam-se posições, isto sim.
Escolho acreditar na eixistência de uma divindade suprema (não posso
apresentar qualquer prova concludente) a negar tal existência
(igualmente sem provas).
Grato pela visita e pelo mail.
Até breve.

JMMEE disse...

Your thoughts here cause one to pause and reflect... to see the meaning behind the words.
Though I am sure the translation to English has resulted in the loss of some thoughts and the changing of intended meaning, I found this interesting to reflect upon.

neo-orkuteiro disse...

JMMEE, what a windfall to my Bonde Andando (the blog name means literally something like "streetcar on the move") to host one more comment from abroad (this post already had hosted three from Portugal, two from Spain and now yours, from the USA)!

I'll try my hand at something like this poem in English some time soon and then I'll have it sent to you. You do deserve.

Thank you so much.

JMMEE disse...

I found the name out of the ordinary... the closest "translation"/meaning I could come up with was "Streetcar Walking" ... wondered about the meaning behind the meaning (if you understand what I mean)...

neo-orkuteiro disse...

Hi JMMEE

We Brazilians say "pegar o bonde andando" (something like "to take a moving streetcar") metaforically far more often than otherwise, since streetcars are no longer usual vehicles for public transportation. It applies when you enter a conversation as a newcomer, without any information on what had already been discussed, or when you overhear part of a talk.

My blog was named after this for a reason I roughly explain at first post. I first came to Orkut after knowing my sons were there about one year ago. They were my only three friends and Orkut was a convenient channel through which we could communicate. That's why I began calling myself Neo-Oerkuteiro. But i liked thye experience and opened a blog there through Blogspot, Bonde Andando was born, then.