quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Caim, Caim!

Toca a labuta, filho, dá pouca atenção
ladrar ante a caravana, ah, se vão!
Nem pode dar outra, fazer o que?
Ladrar é coisa cão!

Ladram que ladram, cadê que mordem?
tão miseráveis, que só se ... coçam, de tão
mordidos que estão, de pulga, e daí
sua burra malcriação

O papel deles é esse mesmo, ladram
à toa, ladram a esmo, ladram
porque, afinal são cães, e jamais
de sê-lo eles deixarão

29 comentários:

Chica disse...

Que linda inspiração,Leandro!Gostei muito! abração,tudo de bom,chica

Tere Tavares disse...

"uma vez que não havia mais ninguém no jardim do éden a quem pudesse responsabilizar pela gravíssima falta" ... ínfimo excerto de "Caim" recém lançado por Saramago, coincide com este jardim ainda estranho, com sons e sinais, talvez propositalmente sem nomenclaturas.
Abraço

Lulih Rojanski disse...

Querido, amo os cães, às vezes mais que amo os racionais. Um grande abraço...

Raquel disse...

Ótimo título e texto!Quem ñ gosta de cães... hum...melhor desconfiar
Besitosss

Salete Cardozo Cochinsky disse...

Olá
Que classe para escrever esses versos hem!
Faço minhas as tuas palavras.
Beijos

Lais Castro disse...

Bonito poema!
Oi Neo, será que dá pra vc me dizer seu nome? Por favor!!!

Kraxpelax disse...

SONNET XXXIX FOR KATIE

I went downtown, saw Katie in the nude
on Common Avenue, detracted soltitude
as it were, like a dream-state rosely hued,
like no one else could see her; DAMN! I phewed;

was reciprokelly then, thank heaven, viewed,
bestowed unique hard-on! but NOT eschewed,
contrair-ee-lee, she took a somewhat rude
'n readidy attude of Sex Prelude; it BREWED!

And for a start, i hiccuped "Hi!", imbued
with Moooood! She toodledooed: "How queued
your awe-full specie-ally-tee, Sir Lewd,
to prove (alas!), to have me finely screwed,

and hopef'lly afterwards beloved, wooed,
alive, huh? Don't you even DO it, Duu-uuude!"

My English Poetry Blog

N'est-que pas que la solitude elle-mème eveille quelque attente fébrile? Voici l'entrée, vide, discrètetement illuminée comme une musée nocturne – la terasse, avec ses torchères ondoyantes par un soir d'Avent étrangement doux – laissant le vestibule et les murmures de voix – la chambre immaculée immaculée et la musique de danse derrière le mur – et le bar à cocktails mondains – le bassin où le nageur s'entrâine, longeur après longeur, il en n'a jamais assez, il doit y mettre de sien – enfin, tournant vers le haut au coin du sombre couloir vient la fille noire et pâle, altière, déterminée et de style épuré, ainsi qu'un moderne avion de chasse suédois.

Poétudes

More...

Exit time. Las chicas dejan el espejo de bar
dormindose en sus corazónes de alta traícion.
El Señor no levanta. Él pastorea a sus pies
los presuntos compradores. Y nos bendice.

My spanish poetry blog

More...

Consider Sex and time, procreation, reincarnation. Trigonometry! I envisage the time axis as the repetitive tangens function. Do you see what I mean? What can be tentatively derived from this notion? Clue: orgasm AND birth pangs at tan 0.

My Philosophy

My Music Blog

My Babe Wallpapers

You are very welcome to promote your blog on mine. They are well frequented, so there's mutual benefit.

- Peter Ingestad, Sweden

neo-orkuteiro disse...

Oi, Chica, obrigado pela visita e comentário.
Ah, meu nome é João.
Abraçção, e tudo de bom pra você também

neo-orkuteiro disse...

Interessante o parelelo com nosso laureadíssimo Saramago, Terê.
Caim é o conhecido nome bíblico, claro, e também pode ser lido como uma onomatopeia, aqui.
Grato por sua presença e grande abraço.

neo-orkuteiro disse...

Lulih, quanto tempo não no víamos pela blogosfera!
Obrigado, grande abraço.

neo-orkuteiro disse...

Isso mesmo, Quel.
Parabéns pelo seu doutoramento.
Seja sempre bem vinda.
Besitos!

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Salete.
Que bom que você veio passear um pouco de bonde!
Beijos

neo-orkuteiro disse...

Oi, Laís.
Claro, o pseudônimo Neo-Orkuteiro corresponde a João Batista Esteves Alves, João Esteves em vários lugares da blogosfera e Neo ou João para a maioria dos amigos virtuais.
Grato pela visita. Volte sempre.

neo-orkuteiro disse...

Hi, Kraxpelax
Thank you for having joined this blog Bonde Andando (Portuguese for something like streetcar on the move, literally).
And what a productive blogger you are! I'm afraid you can write fasater than I can read, since no much free time has been left me these days. However, each of your blogs is a true finding I'll be turning to every now and then henceforth.
A hug to you

Graça disse...

Neo,

que belo poema!

Amo esse seu 'dom' singular de escrever (sabiamente!) versos na ordem indireta.
Isso não é para qualquer um, não, meu amigo, e vc sabe disso...
Seu poema é metaforicamente rico!
Parabéns!!!! (ainda não inventaram uma palavra mais profunda que essa, então vai essa mesmo...rs)

Passe nos 'botões' por favor, se quiser, claro, pois tem um cartão de Natal para amigos lá.
Bjsssssss
E mais uma vez, uma Noite Felicíssima para vc e família!

neo-orkuteiro disse...

Muitíssimo obrigado, Graça. Vou lá já já.
Noite Felicíssima para vc e família também!

Zilda Santiago disse...

Inteligentemente escrito!!!!Prabéns.Beijo no coração.

antes blog do que nunca! disse...

O lema principal da vida é continuar....sempre!

Desejo-te um feliz Natal e um próspero Ano Novo.

1 Bj*
Luísa

SAM disse...

João, um poema belíssimo. Obrigada pela amizade e carinho






_________________°PAz°
________________°União°
_______________°Alegrias°
______________°Esperanças°
_____________°Amor°Sucesso°
____________°Realizações°Luz°
___________°Respeito°harmonia°
__________°Saúde°solidariedade°
_________°Felicidade°-°Humildade°
________°Confraternização-°Pureza°
_______°Amizade°Sabedoria°Perdão°
______°Igualdade°Liberdade°Boasorte°
_____°Sinceridade-°Estima-°Fraternidade°
____°Equilíbrio-°Dignidade-°-Benevolênciaº
______CAMPANHA MEU AMIGO ESPECIAL
__________________Que
__________________Deus
_________________Continue
_______________Te abençoando!!
Bjos em teu coração iluminado!!!

Angélica Tulhol disse...

NEEEOOOOO!!!!!!! Tá ouvindo meu berro?????rsrsrs!!!
Abração,
Angela Angélica

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Zilda, pelo passeio de bonde.
Beijo no seu coração, também.

neo-orkuteiro disse...

E nós continuamos, sempre, Luisa.
Feliz Natal e próspero Ano Novo pra você e sua bonita família, também.

neo-orkuteiro disse...

Obrigado a você também, Sarinha, pelo presente passeio de bonde e pela constante amizade e carinho. Boas festas, Feliz Natal e Ano Bom pra você também.

neo-orkuteiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
neo-orkuteiro disse...

Que original, Angélica!
Seu "berro" neste bonde ou em qualquer outro espaço virtual meu é sempre bem vindo, sem sombra de dúvida.
Abração e boas festas.

Barbara disse...

Vai fluindo assim, dessa maneira , no mixto de brejeirice com filosofia, e assim fluindo, faz as gentes que o lêem, fluirem também.
1 abraço e Boa Sorte

neo-orkuteiro disse...

Você leu interessantemente, como uma leitora plural, Barbara.
Obrigado por passear aqui no bonde.
Abraço e boa sorte pra você também.

Parapeito disse...

..e os cães ladram...e a caravana passa
Um abraço**

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Maria. Quanto tempo sem recebê-la.
Abraços