segunda-feira, 24 de novembro de 2008

BRENDA

[(B)r]evemente, ouça e compre[enda]
(R)edirei seu nome na canção
(E)ssa coisa linda, minha jóia, minha prenda
(N)unca deixará meu coração.
(D)igo pra mim mesmo: existe um elo
(I)mpossível de se desfazer.
(N)a saudade que nem mais tamanho tem, eu quero
- (H)aja coração! - quero dizer
(A)mo, eu amo, eu amo, amo você

26 comentários:

amor disse...

lo recibirá con cariño, seguro

Renata Maria Parreira Cordeiro disse...

Fase dos acrósticos?
Amigo:
Publiquei no Blog Galeria sobre 3 versões cinematográficas de Romeu e Julieta: 36, 68, 96. Depois dê uma passadinha no meu outro Blog onde publico sonetos de Shakespeare e outras obras do bardo, como vc sabe.
Um abraço,
Renata

Rosemari disse...

Brenda amará esse acróstico.
Você está enamorado pelas suas filhas, isso é lindo

dctorxix disse...

acrosticos são divinos
abraços

neo-orkuteiro disse...

Muchas gracias, Amor. Haré una visita de retribuición a tu blog. Hasta luego.

neo-orkuteiro disse...

Decerto, Renata, homenageio minhas filhas com acrósticos de idêntica estrutura. Seus blogs estão imperdíveis, ainda que com certo atrasdo lerei tudo, dou-lhe garantia.

neo-orkuteiro disse...

Sim, Rosemari, sou incondicional e eterno enamorado de minhas filhas filhas. Homenageio-as aqui com estes modestos acrósticos.
Obrigado por lê-los e comentá-los.

neo-orkuteiro disse...

dctorxix, muito agradecido por esta sua visita e este comentário, que oportunamente retribuirei.

Desenhos Amadores disse...

opa^^você fez um comentário lá no meu blog,e graças a vc percebi q só ia ter graça um auto-retrato se eu postasse uma foto real também^^valeu pela dica ;D

neo-orkuteiro disse...

Isso mesmo, Desenhos Amadores

mundo azul disse...

Tão lindo quanto o outro!

Admiro esse seu amor pelas meninas...Quem dera, todos os pais fossem assim carinhosos!

Beijos de luz e uma noite feliz...

neo-orkuteiro disse...

Grato, Zélia.

MARCOS LEITE disse...

Oi,gostei de teu blog!interessante!

Entre em meu blog!e veja meus textos!os sentimentos e emoções das palavras!

http://reefugio.blogspot.com

deixe seus comentários!pois suas palavras serão importante para mim!

neo-orkuteiro disse...

Já estive lá, Marcos. Você não leu?

Lulih Rojanski disse...

Ave,Neo-Orkuteiro! Seus acrósticos me proporcionaram uma viagem pelo tempo e pela alma. Também tenho três filhas: Maria, Olívia e Júlia, meus três amores. Que encanto essa internet que nos faz conhecer pessoas de tão longe... Obrigada. É um prazer conhecê-lo.

neo-orkuteiro disse...

Lulih, é uma alegria receber você. Receba meu carinho e estenda-o a Maria, Olívia e Júlia, que só podem ser mesmo criaturas adoráveis, com o DNA que têm. Olívia é homônima de minha neta, filha de Danusa, nascida este ano. Maria é homônima da mãe de minhas filhas. Está iniciado o diálogo pelos nossos blogs, pois ao seu eu "vou voltar, sei que ainda vou voltar...". Foi muito agradável para mim ter feito este achado.

MARCOS LEITE disse...

meu caro amigo gostaria de fazer paceria?

você colocando o link de meu blog em seus links e eu colocando o link de seu blog nos meus!

neo-orkuteiro disse...

O diálogo entre blogs está iniciado. Já estou seguindo o seu, na minha parte da parceria por você proposta.

LaLa! disse...

Olá =) Brendinha!
Amiga sua?
Nossa ficou muito lundo... o que tu escreveu ;)

bjo-*

neo-orkuteiro disse...

Bem vinda, LaLa. Thanks.
Falo aqui de um elo indissolúvel, que é o do DNA. Brendinha é minha filha.

LaLa! disse...

Olá poxa valeu por voltar lá no blog =)
E obriga pelos elogios!!

E filha... *.* que perfeito =)
espero te ver lá mais vezes

bjo**

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, LaLa

Alice disse...

rsrssr ... que lindo !!


bjussss

neo-orkuteiro disse...

Obrigado, Alice, já vinha sentindo sua falta por aqui.

Carlos disse...

Camarada, bom te encontrar aqui. Quando eu era criança, tinha uns 8 anos, meu passatempo era fazer versos assim, começando com a letra dos nomes das meninas. Depois perdi a mao para fazer isso. legal encontrar alguem que saiba fazer , e bem .. Abração!!!!

neo-orkuteiro disse...

Em compensação, Carlos, com o tempo, parece-me que você desenvolveu todo um arsenal de argumentos, estratégias e outras "coisas pessoais" para a finalidade pretendida que, pelo visto, funcionaram direitinho, não foi mesmo?
A perda da antiga habilidade de fazer acrósticos pras meninas não chega a ser lamentável. Até porque, readquirir uma habilidade é sempre mais fácil que começar do zero no caso de interessar-lhe uma recuperação desta (ou de qualquer outra, por falar nisso).

Obrigado por vir e comentar aqui.